domingo, 18 de outubro de 2015

O Tarô de Oswald Wirth

Oswald Wirth, o conhecido ocultista e cabalista suíço (1860-1943), desenhou sua primeira versão dos 22 arcanos maiores, em 1889, baseando-se no Tarô de Marselha e em outros jogos do seu tempo, mas introduzindo algumas modificações com base nos escritos de Eliphas Levi. Essas cartas foram utilizadas para ilustrar O Tarot dos Boêmios, de Papus. Wirth redesenhou suas cartas logo depois, mas essa revisão só foi publicada como ilustrações do seu livro O Tarô dos escultores da idade média (Le Tarot des imagiers du moyen-age), em 1927.
    Os arcanos menores não foram desenhados por ele, mas sim criados posteriormente com o propósito imprimir um jogo de tarô completo.
    A cada arcano maior é atribuída uma das 22 letras no alfabeto hebraico, a começar pela letra Aleph associada ao Mago e terminando com Tau para o Mundo e Shin, para o Louco. Essas correspondências são as usuais entre os estudiosos franceses, mas difere das atribuições convencionadas entre os escritores ingleses.






















Nenhum comentário:

Postar um comentário